Publicidade

Kassab afasta hipótese de disputar eleições em 2010 e defende Serra

O prefeito reeleito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), afastou nesta segunda-feira a hipótese de abandonar seu mandato para se candidatar em 2010. Sem ser questionado, defendeu o governador José Serra (PSDB), que renunciou ao cargo de prefeito em 2006 para disputar o governo do Estado. A saída de Serra que permitiu Kassab assumir a prefeitura.

"Essa foi a primeira eleição majoritária que eu disputei e não teria sentido algum, justamente na primeira eleição, não cumprir o mandato", afirmou Kassab, depois de cerca de 20 minutos de audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Planalto.

Espontaneamente, Kassab lembrou que Serra deixou o governo da capital paulista para concorrer à disputa estadual. "Há quatro anos, São Paulo pedia a Serra que deixasse a cidade para concorrer a presidente ou governador. Nós sentíamos nas ruas isso. Agora, é totalmente diferente. As pessoas pedem para eu ficar quatro anos e concluir o mandato. E eu tenho esse compromisso."

O prefeito reeleito se comparou com Serra, indicando que ainda tem muito o que aprender politicamente. "Eu tenho esse compromisso de ficar. O Serra, quando foi eleito prefeito de São Paulo, já tinha sido ministro, líder de seu partido, senador, candidato a presidente, secretário de planejamento de Montoro, e existia essa expectativa. Em relação a mim é totalmente diferente", disse ele.

Ao ser questionado, se sua estão na prefeitura será de continuidade ao que iniciou Serra, Kassab confirmou que sim. "Meu governo é de continuidade. Tanto é que fui eleito, por conta da boa gestão. Não tem sentido algum não dar continuidade ao que vinha fazendo. Vamos continuar com a mesma equipe, vamos procurar dar seqüência ao plano de governo que foi aperfeiçoado e meu compromisso é com plano de governo. No campo administrativo, será de continuidade", afirmou.

Esporte

Bem-humorado, o prefeito contou que ele e Lula estavam felizes com os resultados de seus times no fim de semana. Torcedor do São Paulo, Kassab disse que o presidente, que é corintiano, também tinha motivos para comemorar.

"Eu fiquei muito feliz, o [Felipe] Massa [piloto da F-1] ganhou, o São Paulo assumiu a liderança. Eu sou são-paulino, você veja só que faltou um pouquinho só para a vitória ser completa", disse ele, referindo-se a Massa, que ficou com a vice-liderança do campeonato. "O presidente também ficou muito feliz, o Corinthians voltando à primeira divisão."

O time do São Paulo assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro, enquanto o Corinthians está matematicamente classificado para a série A. Já o piloto Felipe Massa ficou em segundo lugar no campeonato mundial da F-1.

RENATA GIRALDI
da Folha Online, em Brasília
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...