Publicidade

Dilma coloca o Estado a serviço do PT ao indicar Marta para a Cultura, critica Aécio


O senador Aécio Neves (PSDB-MG), potencial candidato à Presidência em 2014, criticou a presidente Dilma Rousseff pela nomeação da senadora Marta Suplicy (PT-SP) para o Ministério da Cultura por entender haver, na indicação da petista, uma mistura da questão de Estado com o período eleitoral.

"Eu tenho carinho e respeito pela senadora Marta, mas ao aceitar colocar o Estado a serviço do partido, a presidente joga por terra o esforço de fazer um governo diferente do seu antecessor", disse Aécio à Folha.

O senador tucano, apesar dos elogios à senadora, vê na nomeação uma compensação do Planalto ao fato de Marta ter entrado na campanha do ex-ministro petista Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo, já que ela estava reticente quanto a sua participação.

"Uma nomeação por estar apoiando alguém do próprio partido é típico do PT", afirmou o senador, que acrescentou: "É a pior lição que a presidente poderia dar nesse momento eleitoral".

Aécio tem elevado o tom das suas críticas à presidente Dilma e também ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Há dez dias, ao responder a um ataque de Lula ao PSDB e ao PSB --aliados em Belo Horizonte--, Aécio rebateu com o mensalão do PT.

Uma semana depois, ele criticou Dilma após a presidente revidar com uma nota um artigo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso comentando a "herança" que Lula deixou para a sua sucessora.

Segundo o senador, Dilma fez um "documento político, muito provavelmente instada pelo ex-presidente Lula ou em solidariedade a ele", sem entrar nos temas propostos por FHC no artigo.

Via
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...