Publicidade

Vereador encontra um funcionário fantasma de Carapicuíba até na Disney

05/02/2010
Nova acusação é contra médico que não trabalhava, não estava de férias e nem de licença, mas viajou para os EUA por "acordo político". Colegas assinavam folha de ponto
 
A série de denúncias que têm abalado a gestão do prefeito de Carapicuíba, Sergio Ribeiro (PT), ganhou novo capítulo ontem, com a descoberta de um novo funcionário fantasma nos quadros da prefeitura. O Diário da Região teve acesso exclusivo às informações sobre o servidor, que integra a lista de fantasmas investigados pelo vereador de oposição Walter Ferreira Nascimento, o Waltinho (PSDB), e noticiada em primeira mão pelo jornal.

O "turista" é médico lotado na Secretaria Municipal da Saúde e foi exonerado na última terça-feira, mesmo dia em que o esquema foi descoberto. Segundo Waltinho, ele não trabalhava em nenhum hospital, posto ou qualquer outra unidade de saúde da cidade, o que denota sua permanência na pasta por "puro acordo político", conforme palavras do vereador. Fora do Brasil desde o dia 17 de janeiro, ele não estava de férias e também não estava licenciado.

"A própria secretária da Saúde confirmou que ele não trabalhava mesmo", contou o tucano, que visitou a titular da pasta, acompanhado pelo vereador Selmo Aparecido Bodão (PDMB). "Investiguei durante muitos dias até descobrir que ele está na Disney. Isso é um absurdo e um desrespeito ao cidadão", frisou Waltinho. A secretária teria revelado para os vereadores que o médico chegou a avisar que a viagem estava marcada, mas a prefeitura não se contrapôs ao fato.

O funcionário contava com o "apoio" de colegas do departamento, que, de acordo com o tucano, assinavam a folha de ponto dele diariamente, o que pode configurar outra irregularidade a ser levada à Justiça. "Descobri o esquema na terça-feira e poucos minutos depois recebi um telefonema da prefeitura, informando que o médico tinha sido exonerado", explicou. "Não dá pra dizer que foi coincidência, é óbvio", ironizou.
Apesar de estar fora do Brasil desde a metade de janeiro, o médico recebeu salário normalmente no início desse mês, antes da exoneração. Segundo Waltinho, a prefeitura cogitou recontratá-lo, mesmo ausente do país, mas desistiu da idéia, em função da onda de denúncias contra a atual administração.
O tucano acredita que o médico ingressou nos quadros da prefeitura por "acordo partidário". O Diário optou por preservar o nome do servidor até que todas as denúncias sejam comprovadas pela Justiça, da mesma forma como agiu em relação aos outros supostos fantasmas desmascarados durante a semana.

Ministério Público
O próprio presidente da Câmara, Isac Reis (PT), confessou que as denúncias "não são vazias" e garantiu que a prefeitura vai exonerar todos os fantasmas. Braço direito do prefeito Sergio Ribeiro, o vereador disse que não vai permitir que a administração fique "com o pescoço na guilhotina" por culpa de servidores irregulares.
A primeira denúncia feita por Waltinho, oficialmente apresentada ao Ministério Público, diz respeito a um funcionário supostamente lotado no Departamento de Comunicação da prefeitura. Há outras denúncias feitas por Waltinho, como a de um médico que acumula 3 cargos na administração. O tucano investiga os casos há mais de um mês, em reposta à provocação feita pelo prefeito, que negou a existência de fantasmas e desafiou o opositor a apresentar nomes concretos para comprovar suas denúncias.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...